PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Prefeito da cidade de Buerarema não repassa duodécimo para a Câmara e pode ser afastado

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Em Buerarema pode complicar a situação do prefeito Guima Barreto (PDT). Já que na quinta-feira (20), ele não repassou o duodécimo da Câmara Municipal de vereadores.
Segundo informações, a prefeitura teria que repassar R$ 96 mil para o poder legislativo municipal, mas até o final da tarde de quinta-feira o valor não foi repassado. Os vereadores vão esperar até essa sexta-feira (21), se o repasse não for realizado vão entrar com uma representação contra o prefeito.
Vale lembrar que por não repassar integralmente o duodécimo à Câmara de Vereadores, o prefeito pode ser afastado, isso aconteceu em 2007 em Ilhéus, com o então prefeito Valderico Reis. O prefeito também poder responder uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa, já que a postura foi considerada ilegal, informa o site Políticos do Sul da Bahia.




quinta-feira, 20 de novembro de 2014

MULHER PRESA TENTANDO ENTRAR COM MACONHA E CHIP NO CONJUNTO PENAL DE ITABUNA

Gleide Malú de Jesus Torres de 21 anos moradora do Iguape em Ilhéus, foi pega tentando entrar no conjunto penal de Itabuna com uma pequena quantidade de maconha e um chip da operadora claro. Em entrevista a repórter Karla Menezes da Rádio jornal de Itabuna Gleide disse que a maconha era para uso próprio enquanto visitava o marido. Gleide foi conduzida para o presídio de Itabuna.


PADRE ASSASSINADO SERÁ ENTERRADO AMANHÃ EM IPIAU

O padre,  Gerisvaldo Batista dos Santos, conhecido por Geris, Pároco do município de Ituberá , que foi baleado no último dia 08 e morreu esta manhã no hospital Calixto Midlej em Itabuna, será enterrado nesta sexta feira, na cidade de Ipiau, onde reside familiares.. Pe. Geris foi baleado na cabeça em uma tentativa de assalto na cidade de Camamu, momento que o padre voltava do município de Valença, onde havia presidido a ultima noite do novenário de Nossa Senhora do Amparo.


Condenado a 30 anos por morte de comerciante em Ubaitaba

Davidson Barbosa Silva Reis (Deivinho), 24 anos, filho do advogado José Elias Moraes Reis, foi condenado a 30 anos de prisão, em regime fechado, pela morte de Gildásio Coelho Teixeira, proprietário do Restaurante Oriente, localizado na Avenida Presidente Vargas, em Ubaitaba. A decisão foi publicada na última segunda feira (17/11). Deivinho foi condenado pelos crimes de roubo seguido de morte, com pena-base de 22 anos e 06 meses de prisão, porte ilegal de arma de fogo, com pena-base de 02 anos e 06 meses de prisão e corrupção de menores com pena-base de 01 ano e 09 meses de prisão. O menor de 16 anos de idade, que atirou e matou o comerciante já está cumprindo uma medida sócio-educativa em Feira de Santana. O advogado de defesa de Davidson Barbosa Silva Reis foi o próprio pai José Elias Moraes Reis. O crime aconteceu na noite do dia 08 de setembro de 2014, dentro do estabelecimento comercial da vítima. A dupla tentou assaltar o comerciante, que foi alvejado com um tiro no peito e morreu logo em seguida. O disparo que matou o comerciante foi efetuado pelo menor, B. A. S, de 16 anos de idade. (Ubaitaba Urgente)

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

ITABUNA ENTRE OS 82 MUNICÍPIOS BAIANOS MAIS VULNERÁVEIS AOS DANOS CAUSADOS PELAS CHUVAS ON 19 NOVEMBRO 2014. POSTED IN ITABUNA

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional acaba de divulgar o Mapeamento de Risco de Desastres em Itabuna, no qual classifica o município entre os 82 mais vulneráveis da Bahia à ocorrência de sinistros naturais. O documento, produzido pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres, foi entregue nesta quarta-feira, 19, ao prefeito Claudevane Moreira Leite, pelo coordenador municipal da Defesa Civil, José Roberto Avelino.

Roberto Avelino mostra documento ao prefeito Vane - Foto2 Pedro AugustoRoberto Avelino mostra documento ao prefeito Vane
Segundo o prefeito de Itabuna, a partir do detalhado estudo será possível ao município apresentar projetos junto aos ministérios em Brasília para a prevenção e mitigação dos danos. "É um trabalho criterioso que mapeou todo o município e até apresenta o quantitativo de verbas necessárias à prevenção. Com o documento teremos condições de antever possíveis enchentes e catástrofes, com a possibilidade de remoção preventiva das famílias residentes nessas áreas de risco", comentou Vane, lembrando que a prevenção facilitou o socorro aos desabrigados do bairro Maria Matos (Rua de Palha) nesta semana.
O prefeito ressaltou que desde o ano passado, os Ministérios da Integração Nacional e da Ciência e Tecnologia e Inovação tem sido parceiros da Prefeitura. "Além desse mapeamento, o município passou a contar com três pluviômetros que fornecem dados de chuvas e cheias com antecedência, através de mensagem eletrônica via celular para a Defesa Civil enviada pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), vinculado à Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisas e Desenvolvimento (SEPED), do MCTI."
Vane comemora o que considera um avanço, já que o mapeamento, além de apresentar um minucioso levantamento de dados e análise da vulnerabilidade a desastres naturais para identificação de áreas de risco, apresenta uma série de propostas de intervenções para a prevenção de catástrofes que possam gerar danos matérias e humanos. O coordenador da Defesa Civil informou ao prefeito que em Itabuna foram identificadas 240 áreas consideradas de risco, para inundações e deslizamentos, sendo 47 de alto risco e as demais de médio e pequeno risco.
Roberto Avelino mostra documento ao prefeito Vane - Foto Pedro AugustoRoberto Avelino mostra documento ao prefeito Vane
Roberto Avelino ressaltou que, além de ajudar no planejamento das ações do governo municipal no que diz respeito ao monitoramento e prevenção, o Mapeamento de Risco de Desastres será de grande utilidade para referendar junto ao Governo Federal os projetos elaborados pela Prefeitura de Itabuna pleiteando verbas para intervenções infraestruturais nestas áreas mapeadas.
Dentre as áreas consideradas de alto risco de desastres naturais, o coordenador da Defesa Civil citou as áreas ribeirinhas dos bairros Maria Matos (Rua de Palha), Nova Ferradas, Ferradas, Lomanto Júnior, São Roque, Antique, Vila Zara e Vila da Paz. Também faz parte deste grupo os bairros localizados em áreas de encostas propensas a deslizamentos de terras, a exemplo do Maria Pinheiro, Daniel Gomes, Zizo, Monte Cristo e a localidade chamada de baixa fria do Fonseca.